Por Que Lemann Diz Que é Um “dinossauro Apavorado”

27 Nov 2018 13:23
Tags

Back to list of posts

[[image https://media.istockphoto.com/vectors/social-network-scheme-which-contains-people-connected-to-each-other-vector-id639050350"/>

<h1>Dicas Para Novos Blogueiros</h1>

<p>Tudo que &eacute; im&oacute;vel, s&oacute;lido e cinza tende a se tornar de forma acelerada entediante. Buscamos incessantemente velocidade, cores e movimento, talvez como maneira de fugirmos da rotina que torna a realidade t&atilde;o ma&ccedil;ante, &agrave;s vezes. Se jogar videogame, dessa forma, assim como &eacute; uma maneira de distorcer a realidade, estamos fazendo isto de maneira bastante previs&iacute;vel: recriando algumas realidades um tanto parelhos &agrave;s nossas. Somos, pela maior parte das vezes, guerreiros mitol&oacute;gicos, criminosos, aventureiros, ve&iacute;culos de corrida, e quase a toda a hora fazemos aquilo que j&aacute; esperamos que eles fa&ccedil;am.</p>

<p>Uma das coisas que torna Dyad t&atilde;o interessante &eacute; o evento de se cuidar de um jogo alien&iacute;gena, que foge completamente dos padr&otilde;es est&eacute;ticos e “jogabil&iacute;sticos” que somos acostumados, e &eacute; custoso compreend&ecirc;-lo sem contato com a experi&ecirc;ncia em si. Descrever Dyad como uma combina&ccedil;&atilde;o arcade de corrida e quebra-cabe&ccedil;a, com visual psicod&eacute;lico e trilha sonora eletr&ocirc;nica, ou como uma fus&atilde;o entre Rez e Tempest 2000, simplesmente n&atilde;o &eacute; bastante. Existe qualquer coisa muito mais profundo, que faz com que Dyad seja uma experi&ecirc;ncia hipn&oacute;tica, que passeia entre o &ecirc;xtase e o sonho, apto de induzi-lo do completo relaxamento a um volumoso frenezi.</p>

<p>Em alguns momentos, sentia como se minha mente estivesse sendo conduzida, durante o tempo que meus olhos e ouvidos eram bombardeados com cores, movimentos e maneiras estranhas. “Doce”, “l&iacute;quido” e “suave” s&atilde;o express&otilde;es que parecem descrever bem algumas das sensa&ccedil;&otilde;es desencadeadas na experi&ecirc;ncia, mesmo que o paladar n&atilde;o entre na equa&ccedil;&atilde;o sinest&eacute;sica de Dyad. A curva de aprendizado de Dyad &eacute; bem generosa: o jogo come&ccedil;a muito simples, ensinando a voc&ecirc; que “puxar” inimigos da mesma cor, em sequ&ecirc;ncia, resulta em mais velocidade do que puxar inimigos de cores diferentes. A cada fase, novos elementos s&atilde;o adicionados &agrave; f&oacute;rmula, resultando a jogabilidade ainda mais complexa e desafiadora. Em um momento, voc&ecirc; descobre que poder&aacute; contornar os advers&aacute;rios “puxados” para preencher barras de turbo que, quando ativadas, te instigam para frente e permitem “atropelar” outros advers&aacute;rios.</p>

<p>Em outro, voc&ecirc; aprende que colher objetos verdes durante um turbo estende ligeiramente seu tempo de dura&ccedil;&atilde;o. Logo em seguida, voc&ecirc; passa a receber mais velocidade seguindo o rastro deixado por outros inimigos, estrat&eacute;gia que pode tornar o turbo ainda mais produtivo - que, por sua vez, poder&aacute; ser combinado com os oponentes verdes que estendem tua dura&ccedil;&atilde;o. Assim, as probabilidades de a&ccedil;&atilde;o est&atilde;o a toda a hora interligadas de algum jeito, e demandam estrat&eacute;gia e pr&aacute;tica do jogador para combin&aacute;-las e torn&aacute;-las mais eficazes.</p>

<p>Em poucas palavras, &eacute; um modelo de jogo design claro, inteligente e refinado. Cada uma das mais de vinte fases tem teu respectivo objetivo e regras adicionais, o que faz com que voc&ecirc; explore diferentes facetas do jogo. Algumas fases s&atilde;o mais lentas e envolvem esperar o instante correto pra realizar uma a&ccedil;&atilde;o da maneira mais produtivo, durante o tempo que outras envolvem voar at&eacute; a “linha de chegada” o rapidamente poss&iacute;vel. Some a&iacute; o evento de que cada fase det&eacute;m suas pr&oacute;prias caracter&iacute;sticas, entre efeitos visuais, m&uacute;sica, sons, dura&ccedil;&atilde;o e voc&ecirc; tem um jogo mutante, apto de se transformar, surpreender e envolver de diferentes maneiras. Tudo em Dyad funciona e se complementa de forma t&atilde;o harm&ocirc;nica que n&atilde;o faz muito significado discutir de gr&aacute;ficos ou som separadamente. Existe uma identidade &uacute;nica e exc&ecirc;ntrica neste local, composta na viscosidade gr&aacute;fica fluorescente e pelas m&uacute;sicas eletr&ocirc;nicas metamorf&oacute;sicas, que se adaptam e guiam a a&ccedil;&atilde;o na tela.</p>

<p>Voc&ecirc; n&atilde;o precisa definitivamente reinventar a roda, entretanto precisa ser &uacute;nico pela forma como transmite os dados para os seus usu&aacute;rios e leitores. Copy/Paste fica totalmente fora desta equa&ccedil;&atilde;o, sendo que o seu tema precisar&aacute; primar por uma linguagem &uacute;nica e que seja a sua identidade enquanto autor do site.</p>

<p>Al&eacute;m destes aspectos, &eacute; s&eacute;rio assim como que voc&ecirc; consiga englobar originalidade no conte&uacute;do, seja ao n&iacute;vel da investiga&ccedil;&atilde;o, procura, ou reportagem, de forma a complementar ideias que agora haviam sido debatidas no mercado, tendo como exemplo. Um dos aspectos mais consider&aacute;veis para quem est&aacute; preocupado em montar um blog de propriedade &eacute; sem d&uacute;vida a caracter&iacute;stica dos textos, que est&aacute; dependente de todos os outros pontos acima referidos. Todavia, conte&uacute;do de qualidade &eacute; algo bastante abstrato do ponto de vis&atilde;o da an&aacute;lise. Aquilo que pode ter peculiaridade por ti, poder&aacute; n&atilde;o ter peculiaridade pros outros e vice-versa.</p>
<ol>

<li>Um colher (ch&aacute;) de ess&ecirc;ncia de baunilha</li>

<li>Como fazer a divulga&ccedil;&atilde;o de hiperlinks de afiliado</li>

<li>cinco Start of the 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections</li>

<li>N&atilde;o alugue brinquedos e n&atilde;o contrate equipe de recrea&ccedil;&atilde;o</li>

<li>Humanizar a corpora&ccedil;&atilde;o dando um rosto a ela e conseq&uuml;entemente maior transpar&ecirc;ncia</li>

<li>Configure o wp-config.php</li>

<li>Custos fixos com terceirizados</li>

<li>30-50% - Websites de forma&ccedil;&atilde;o de leads</li>

</ol>

<p>Entretanto, um dos aspectos que a Google menciona quase a toda a hora, &eacute; se o conte&uacute;do de particularidade que voc&ecirc; est&aacute; a publicar no seu site, traz algo mais uma vez aos resultados de busca? Caso o conte&uacute;do que voc&ecirc; esteja publicando n&atilde;o traga valor ao usu&aacute;rio comum, &eacute; bem prov&aacute;vel que os seus textos fiquem l&aacute; no conclus&atilde;o dos resultados org&acirc;nicos de pesquisas.</p>

<p>No momento em que for publicar um texto para o seu website, analise os textos de imediato existentes nos resultados org&acirc;nicos do Google, e visualize se aquilo que voc&ecirc; est&aacute; fazendo, traz de fato particularidade e valor acrescentado ao usu&aacute;rio. Blogs e websites que n&atilde;o tenham em aten&ccedil;&atilde;o o ponto dos seus an&uacute;ncios, s&atilde;o capazes de despencar nas buscas do Google.</p>

<p>An&uacute;ncios posicionados em locais que dificultam a leitura dos textos, n&atilde;o s&atilde;o vistos com bons olhos pela Google. Se o Google aprender que o teu blog &eacute; composto prioritariamente por an&uacute;ncios e muito pouco assunto, como muitos que nos vemos por a&iacute;, voc&ecirc; definitivamente ser&aacute; penalizado e improvavelmente conseguir&aacute; boas posi&ccedil;&otilde;es nas p&aacute;ginas de respostas. Gerar um web site de caracter&iacute;stica &eacute; significa oferecer uma elevada usabilidade e uma experi&ecirc;ncia de leitura de caracter&iacute;stica pros seus usu&aacute;rios e leitores. Tenha esse semblante a toda a hora em considera&ccedil;&atilde;o quando o intuito &eacute; que o usu&aacute;rio fique feliz ao ler os conte&uacute;dos do seu web site. Os tema ruins conseguem estar penalizando todo o teu web site nos resultados org&acirc;nicos das buscas, n&atilde;o permitindo que voc&ecirc; suba seus posicionamentos. O que a Google recomenda que se fa&ccedil;a, nestes casos concretos, &eacute; remover estas p&aacute;ginas do teu blog ou juntar numerosos conte&uacute;dos de baixa peculiaridade num assunto de alta particularidade. Uma legal dica para achar tema de baixa qualidade &eacute; utilizar o Google Analytics.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License